sábado, 14 de novembro de 2009

ESTADO ANALISA POSSIBILIDADE DE PERDOAR MULTAS DE MOTOQUEIROS

O Governador Cid Gomes nos ultimos 03 anos vem multando motos em todo interior do Estado, a CPRV e o DETRAN/CE, entraram nas ciadade com operação de Guerra, pessoas simples, agricultores foram humilhados nessas operações, agora como se aproxima o ano eleitoral e Cid sabendo de sua impopularidade no interior do Estado por causa essas blits, estar querendo perdoar as multas tentando dar uma de bonzinho. Quantos pessoas ficarm sem transportes, pessoas que usavam esses transportes como meio de sobrevivencia, muitos ficaram desempregados e passaram muitas dificulades financeiras, só lembrando que muitos desses vivem em zona rural, muitas vezes distantes até 50 Km da sede de seus municípios e o unico meio de transporte é moto, pois é muitos ficaram com mais essa dificuldade. Sou a favor do uso de capeceta e do uso da carteira de habilitação, porém não há por parte do Governo um trabalho educativo, as carteiras populares que o governo tanto fala, não chegou nas cidades de pequeno porte, só pra se ter uma ideia na região Centro Sul só o Município de Icó teve esse beneficio concretizado. VEJA A MATÉRIA A BAIXO.

s motoqueiros cearenses que foram multados por infrações no trânsito poderão ser perdoados pelo Estado. O estudo que está sendo feito visa beneficiar os condutores de motocicletas com cilindradas abaixo de 250. Apenas as multas relacionadas à bebida alcoólica não terão perdão.

Dos 1 milhão e 400 mil veículos que circulam no Ceará, cerca de 600 mil são motocicletas, o que equivale a 42%. No pátio do Detran, muitos veículos de duas rodas estão parados, à espera do proprietário. Mas o valor da punição, que não estava prevista no orçamento familiar, acaba inibindo os motociclistas.

De acordo com o Departamento de Trânsito do Ceará, o valor total das multas é superior a R$ 10 milhões. Apenas este ano, 53.267 multas foram lavradas, aproximadamente 20 mil a mais que em 2008. A maior parcela das irregularidades é vista no interior do estado.

Segundo o superintendente do Detran, João Pupo, a anistia das multas não será significativa para o órgão. Ele afirma que representam apenas 8 por cento da receita.

Fonte consultada: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário