sábado, 30 de janeiro de 2010

O município de Quixelô neste dia 02 de fevereiro Comemora 25 anos de emancipação politica


O município de Quixelô neste dia 02 de fevereiro comemora 25 anos de emancipação política, A administração esta preparando uma grande programação festiva que começa dia 1º e vai até o dia 05 de fevereiro, na abertura acontecerá um show com Vicente Nery e a Banda Cheiro de Menina. Durante será dado a ordem de serviço da instalação de Água do sítio Carnaubinha do faé, ordem de serviço para a construção do Centro de referencia do Munlugu, reforma de Escolas. Será inaugurado também o Calçamento das travessas São Francisco e Travessa Samuel Vieira e Também de parte do calçamento da rua Luiz Gomes de Araújo, ainda dentro da programação acontecera no dia 03 a mobilização com os deficientes e a tarde a primeira Dama Francisca Josefa estará realizando no CRAS o evento Chá com Cultura, em parceria com a Associação de Moradores do bairro COHAB , Secretaria do Trabalho e da Assistência Social e da APDMCE, associação das primeiras damas do Estado do Ceará. a programação se estende até o dia 05, os cidadãos Quixeloenses terão a sua disposição uma programação bem variada. TOPONÍMIA: Quixelô o nome é origem indígena, em referencia a tribo que habitou a região Ós Quixelós, exterminada ainda no século XVIII pelos colonizadores. Bom Jesus de Quixelô era assim o distrito era conhecido até meados da segunda metade do século XXHISTÓRIA Quixelô foi emancipado do Município de Iguatu em 1985teve como primeiro Prefeito o senhor Marconi Matos e vive Onias João de Abreu, no período de 1986 a 1988. O segundo Prefeito foi Medico José Ilo Alves Dantas e Vice Luiz Vicente da silva, que governaram o Município de 1989 a 1992. Em 1993 o senhor Marconi Matos volta ao Cargo de prefeito eleito pelo povo mais uma vez, deste vez teve como vice o senhor Manoel Welington Batista, ficaram no cargo de janeiro de 1993 a dezembro de 1996. Em 1997 o médico José Ilo Alves Dantas assume mais vez o governo municipal desta vez acompanho do vice prefeito Gilson José de Oliveira, esses governaram Quixelô no período de 1997 a 2000, com a reeleição aprovado no congresso nacional José Ilo Alves Dantas pode concorrer a um novo mandato de prefeito sem sair do cargo e mais uma vez o povo de Quixelô reconduziu José Ilo Alves Dantas e Gilson José de Oliveira ao cargo de Prefeito e Vice respectivamente, ficaram cargo até o ano de 2003. A vereadora Eronildes também foi prefeita de Quixelô por um mês período em que tramitava na Câmara a eleição indireta para prefeito e Vice Prefeito, Em 2003 foi eleita Prefeita Municipal Genine do Amaral, sobrinha do Ex. prefeito José Ilo Alves Dantes, ela teve como vice o Senhor Pedro João de Araújo. Em 2004 eles foram reconduzidos ao cargo deste feita através de eleição direta, Genine ficou no governo municipal até dezembro de 2008 e finalmente em Janeiro de 2009 depois de 24 anos de espera um Quixeloense assume os destinos do Município, estou falando de Gilson José de Oliveira que foi eleito prefeito de Quixelô juntamente com seu vice José Simão da Silva, O prefeito Gilson tomou posse em janeiro de 2009 e encontrou muitas dificuldades para conduzir os destinos do Município além dois meses atrasados dos servidores municipais e ainda a redução constante das parcelas do FPM (fundo de participação dos município), após um ano gestão muito já foi feito no município, a marca desta administração é o pagamento dos servidores municipais rigorosamente em dias. O prefeito abril as portas da prefeitura para o povo, esta sempre presente nos eventos do município tenho o apoio da maioria da população, ainda são muitos os desafios a serem vencidos. Mas muito já feito nesse primeiro ano de gestão. GEOGRAFIA
O município está situado a uma distância de 22 quilômetros de Iguatu, capital regional do centro-sul cearense, cidade da qual era distrito e foi desmembrado em 1985. Suas histórias políticas, econômicas e culturais, no entanto, continuam fortemente unidas. O pequeno município (cerca de 16 mil habitantes).
O município de Quixelô durante longos anos teve como fundamento econômico a cultura do algodão, até que a praga do bicudo dizimasse essa cultura no Ceará e no Nordeste. A base da economia quixeloense permanece na agricultura, principalmente no cultivo do arroz e na pecuária leiteira.
Grande parte do município é banhado pelas águas do Açude Orós, facilitando, assim, a irrigação dos terrenos ribeirinhos e a pesca. Em outras regiões do município foram construídos dois grandes açudes, quais sejam, Açude Angicos, localizado na região de mesmo nome com capacidade de cerca de 9 milhões de metros cúbicos e Açude da Carnaubinha do Faé localizado no Vale do Faé com capacidade de cerca de 24 milhões de metros cúbicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário