terça-feira, 16 de março de 2010

SUSPEITA DE FRAUDES EM JUAZEIRO: SANTANA ENFRENTA PRIMEIRA CPI


Por: Luciano Augusto e Mirelly Morais

As suspeitas de fraudes em 18 obras levaram sete vereadores a assinarem, nesta terça-feira, pedido de criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar irregularidades na aplicação de recursos pela administração do prefeito de Juazeiro do Norte, Manoel Santana (PT). As obras foram construídas pelas construtoras ASP Ltda e J. Filho Ltda, ambas citadas em uma denúncia feita pelo vereador Tarso Magno (PSL) por suposto favorecimento do Secretário de Educação do Município, Ricardo Lima. É a primeira CPI a ser enfrentada pelo prefeito Manoel Santana que, em 2009, deixou dívidas em restos a pagar superior a R$ 37,4 milhões. O autor do requerimento com pedido da CPI é o vereador Tarso Magno que, após receber documentos sobre as obras, levantou suspeitas de fraudes nas obras. A CPI será instalada nesta quarta-feira.

A CPI marca, também, a maior derrota do prefeito Manoel Santana na Câmara Municipal. Do sete vereadores que assinaram a CPI, seis fazem parte da base de apoio à administração municipal. Os vereadores Amarílio Pequeno (PPS), Delian Pinheiro (PHS), Darlan Lobo (PSDC), Professor Antonio (PC do B), Mira Sampaio (PP) e Paulo Machado (PSB), mesmo aliados ao prefeito, decidiram apoiar a CPI por considerarem graves as denúncias.´O vereador Tarso Magno é o único de oposição ao Governo Municipal e conseguiu atrair apoio dos aliados de Santana.

A Comissão Parlamentar de Inquérito será constituída por três vereadores a serem indicados pelos líderes de bancadas. Os vereadores irão convocar, para depoimentos, os Secretários de educação, Ricardo Lima, e de Infra-estrutura, Fátima Bandeira, além das construtoras citadas nas denúncias. A CPI irá, também, consultar engenheiros e o Conselho Regional de Engenharia e Administração sobre a qualidade e o valor das obras.

Acompanhe mais informações sobre a CPI das obras de Santana na edição desta quarta-feira do Jornal Alerta Geral. O Alerta Geral, transmitido por 16 emissoras de Rádio no Ceará, vai ao ar a partir das 7 horas e, no Cariri, pode ser ouvido pela FM 106.5. Com informações de Mirely Morais, do Jornal do Cariri.

Nenhum comentário:

Postar um comentário