quarta-feira, 28 de abril de 2010

Deputado cearense pede vista de projeto Ficha Limpa; votação é adiada

O deputado Vicente Arruda (PR-CE) foi um dos que apoiaram o pedido de vista do proejto, que seria votado nesta quarta-feira, 28, pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Outros três parlamentares apoiaram o pedido, que foi feito pelo deputado Régis de Oliveira (PSC-SP)



Deputado Vicente Arruda (PR-CE)
O deputado cearense Vicente Arruda (PR) foi um dos que apoiaram o pedido de vista do projeto Ficha Limpa nesta quarta-feira, 28, o que adiou a votação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O projeto deveria ser votado nesta quarta-feira, 28, e enviado ao Plenário até a quinta-feira, 29. Além de Vicente Arruda, apoiaram o pedido os deputados Maurício Lessa (PR-AL), Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e Ernandes Amorim (PTB-RO). O pedido foi feito pelo parlamentar Régis de Oliveira (PSC-SP).

Os requerimentos dos cinco parlamentares foram feitos após a leitura do parecer do relator, deputado José Eduardo Cardozo (PT-SP), que pedia flexibilização no projeto. A intenção do relator era buscar um acordo que possibilitasse a aprovação da proposta ainda hoje pela CCJ.

Com o atraso na CCJ, o projeto poderá ser votado pelo Plenário apenas com o parecer oral do relator, sem a aprovação da comissão.

No início deste mês, os líderes partidários estabeleceram 29 de abril como data-limite para a CCJ aprovar um parecer sobre a proposta. Depois disso, o projeto passará a tramitar em regime de urgência.

Os líderes da oposição (PSDB, DEM e PPS) já assinaram o pedido de urgência, mas ainda não há votos suficientes para aprovar esse regime. Todos os líderes fizeram apelo ao PT e ao PMDB para que também assinem o pedido. O vice-líder do PT José Genoíno (SP) disse que seu partido apoia a medida e assinará o pedido, caso a CCJ não analise o projeto a tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário