domingo, 25 de julho de 2010

Hamilton Assis protesta contra decisão do TSE

O candidato a vice-presidente da República pelo PSOL, o baiano Hamilton Assis, protestou contra a decisão do ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Henrique Neves, que negou o pedido de seu partido para que a TV Brasil, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), convidasse também para participar de um programa de entrevistas com todos os candidatos à Presidência dentro dos parâmetros da Lei Eleitoral em vigor.

"A não presença de Plínio de Arruda Sampaio, em nossa opinião, impede o livre debate de idéias e apresenta a eleição presidencial como sendo algo a ser resolvido entre três candidaturas. Respeito o TSE, porém como cidadão protesto contra a decisão que atenta a Lei das Eleições que assegura nossa participação em programas de rádio e televisão. Temos representação na Câmara dos Deputados e no Senado", afirmou Hamilton Assis.

Para o candidato a deputado estadual do PSOL da Bahia Hilton Coelho, “isto é ainda é mais grave por se tratar de uma emissora que se pretende pública. O PT reclama da Globo, mas, na mídia do seu governo, dá espaço para o candidato que eles dizem que é da Globo, mas exclui a esquerda”.

O candidato a vice de Plínio Sampaio questiona o argumento do ministro do TSE segundo o qual o candidato deve receber atenção da mídia conforme o espaço que realmente ocupa no processo eleitoral, nem mais, nem menos. "Ora, se as pesquisas eleitorais determinam quem vai ser eleito presidente da República, então por que realizar uma eleição nacional, com alto custo se a pesquisa eleitoral basta? É um absurdo que se impeça a livre expressão de idéias em uma televisão pública ou mesmo nas particulares que são concessões do Estado", finalizou Hamilton Assis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário