sexta-feira, 30 de julho de 2010

Policial do Ronda do Quarteirão revela falta de capacitação na PM

Sem ter a identidade revelada, um policial do Ronda do Quarteirão, em entrevista à equipe de reportagem da TV Diário, revelou particularidades no treinamento dado pela Polícia Militar aos seus primeiros integrantes.

Segundo o militar, que ingressou em 2007 na mesma tropa do policial que matou com um tiro na cabeça o jovem Bruce Cristian, os cursos básicos utilizados na formação de um profissional de segurança pública não foram aplicados aos iniciantes no programa do Ronda.

“Após a implementação do programa Ronda no Quarteirão, os únicos cursos que foram ministrados foram cursos de etiqueta – como segurar talheres, copos ou taças e como se portar em um restaurante – ou cursos de técnicas de relaxamento, uma espécie de tai-chi-chuan.” ressaltou.

O policial comentou ainda que na formação de sua turma, não participou de nenhum tipo de curso de abordagem policial, incursão em favela, tiro ou mediação de conflitos.

O estresse acumulado devido a falta de um preparo específico, é para o policial entrevistado o motivo principal para a omissão e prevaricação dos oficiais que atuam no Ronda. “A pressão constante que sofremos da Corporação nos oprime e não nos beneficia em nada”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário