terça-feira, 19 de outubro de 2010

Eleições 2010

Gabeira e Feldmann dão apoio a Serra

Publicada em 18/10/2010 às 22h20m


Serra, Gabeira e FH em ato de apoio de parte do PV/Foto de Eliária Andrade

SÃO PAULO - Um dia depois de a candidata derrotada do PV, Marina Silva, ter declarado independência no segundo turno, seguindo decisão da direção de seu partido, o presidenciável tucano, José Serra, recebeu nesta segunda-feira apoio de lideranças verdes. Num evento em São Paulo, os candidatos derrotados do Rio, Fernando Gabeira, e de São Paulo, Fábio Feldmann, declararam apoio individual ao tucano. Em reunião da executiva nacional, o PV decretou que manifestações de correligionários no segundo turno devem ser feitas sem qualquer associação com a legenda.

Em busca dos votos de Marina, o PSDB baixou em peso no comitê usado por Feldmann na campanha estadual. Numa pequena sala, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, os candidatos tucanos eleitos para o governo paulista, Geraldo Alckmin, e para o Senado, Aloysio Nunes Ferreira, além do prefeito Gilberto Kassab (DEM) se aglomeraram para prestigiar o evento. Em cima de um palco improvisado com folhas de compensado, todos usaram o microfone.

Leia também: FH diz que Gabrielli mente

Com discursos marcados por cortejos mútuos, Serra chegou a dizer que via ali uma "aliança natural" com políticos do PV. Antes de enumerar políticas de meio ambiente em suas administrações de prefeito e de governador de São Paulo, o tucano rasgou elogios aos colegas. Primeiro, a Feldmann:

- O Feldmann é o exemplo de uma pessoa determinada e confiável, além de uma referência na questão do meio ambiente - disse Serra.

Quase 15 minutos depois de iniciado o discurso, Serra recebeu um bilhete das mãos de uma assessora. Segundos depois, partiu para os elogios a Gabeira.

Não é segredo para ninguém que sempre apoiei o Serra

- Ter o apoio do Gabeira tem um significado pessoal e psicológico, e me sinto com mais energia para fazer a campanha. O Gabeira é um homem diferenciado. É um dos melhores quadros da política da minha geração - disse Serra, que também foi festejado.

- Não é segredo para ninguém que sempre apoiei o Serra - disse Gabeira.

Feldmann também não dispensou elogios:

- O Serra é um obstinado do bem (.). A adversária dele é quem tem muita dificuldade para entender o que é sustentabilidade - disse Feldmann, assumindo críticas à petista Dilma Rousseff.

O ex-presidente Fernando Henrique também discursou. E aproveitou para pregar a diferença entre Serra e Dilma, que, segundo ele, deve ser levada em consideração pelos eleitores para votar no tucano.

- Dilma encarna a visão antiga do crescimento, o produtivismo, o crescimento a qualquer preço. Serra respeita o meio ambiente. Quem é realmente ambientalista sabe a diferença de votar em Dilma ou em Serra - disse ele.

Uma hora depois, Serra foi recebido por representantes da Associação dos Médicos do Brasil. Esteve ali para receber propostas e para falar de seus planos para o setor. O tucano chegou a sugerir a necessidade de um exame aos moldes do que é feito pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para que estudantes de Medicina possam começar a trabalhar. Depois, disse que pretende, se eleito, cortar custos para poder investir na infraestrutura do setor

Nenhum comentário:

Postar um comentário