terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Renasce a discussão sobre a criação do Estado do Cariri



Volta a ser discutido na região do cariri o debate sobre a criação do Estado do Cariri, que consiste no desmembramento da região do restante do território cearense, tornando-a independente. A nova unidade da federação seria composta por 41 municípios, incluindo as cidades de Iguatu, Orós, Aiuaba, Saboeiro, Catarina, Acopiara, Tauá, Solonópoles e Icó.

Um grupo de simpatizantes da idéia já marcou para o dia 3 de maio de 2011 – data de aniversário da proclamação da República do Cariri, ocorrida em Crato, no ano de 1817-, um ato público em defesa do movimento, que terá a participação de todas as cidades envolvidas.

Nos próximos quatro meses que antecedem o evento, os organizadores vão catalogar números e dados estatísticos para justificar o que eles chamam de “glorioso ideal separatista”.

A coordenação geral da luta pela criação do Estado do Cariri é do professor e dramaturgo cratense, Cacá Araujo. Ele explicou que a idéia não é dividir o Ceará, apenas reorganizar federativamente, com a proposta de fazer com que a região tenha autonomia administrativa e política, no sentido de usufruir plenamente de suas próprias riquezas.

Cacá Araujo disse também que o Ceará é um Estado que, na prática do poder central, “caracteriza-se pela apartação que vitima o Cariri, na desatenção as suas crescentes demandas culturais, econômicas e sociais, além de vergonhoso desprestígio e ou cooptação políticas de suas lideranças”.

Rádio Tabajara

Nenhum comentário:

Postar um comentário