terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Romário pede CPI da CBF e fala em várias denúncias contra a entidade


Polêmico como jogador e mais ainda como deputado do PSB, Romário continuou sua luta contra a corrupção no futebol brasileiro. Na tarde desta terça-feira(4), Romário reforçou o pedido por uma Comissão Parlamentar de Inquérito(CPI) contra a Confederação Brasileira de Futebol, principalmente durante a administração de Ricardo Teixeira.
Durante discurso de aproximadamente três minutos, ele citou denúncias do jornal Folha de S. Paulo sobre um suposto favorecimento de empresas de amigos de Teixeira, ex-presidente da CBF, em contratos de patrocínio entre a companhia aérea Tam e a entidade. As denúncias, porém, não param por aí, segundo o deputado:
"Há denúncias de fraude  no processo eleitoral de escolha de dirigentes da CBF; desvio de pagamentos de benefícios a conselheiros, enriquecimento ilícito; irregularidade na organização do amistoso entre Brasil e Portugal, realizado em 2008 no Estádio do Bezerrão aqui no DF; e indícios de manipulação na convocação de jogadores", fuzilou Romário, que justificou seu pedido apelando para o gosto do povo brasileiro pelo futebol.
No final do discurso, porém, Romário acabou cometendo um erro:"O dinheiro público é a grande paixão...o dinheiro público é a grande paixão do povo brasileiro, que merece ser tratado com respeito, e nós parlamentares, temos que trabalhar para que isso seja assim", equivocou-se o Baixinho, referindo-se ao futebol como grande paixão do povo brasileiro.
A iniciativa foi vista com simpatia pela mesa diretora, e Romário agora precisa angariar assinaturas para garantir que a CPI emplaque na Câmara dos Deputados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário