sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Animais choram de sofrimento no município de Crateús


Por: Marcela de Freitas
A seca registrada desde o ano de 2012 continua afetando muitas cidades no Interior do Ceará. No município de Crateús, na região dos Inhamuns, os animais choram devido o sofrimento. As imagens gravadas pelo repórter Wellington Macedo na última segunda-feira (11), revelam a situação causada pela pior estiagem que o Estado enfrenta.
Os criadores são obrigados a observar boiadas inteiras morrerem e aguentar o sofrimento que os bichos sofrem quando choram silenciosamente durante os últimos minutos de vida.
 
Enquanto as chuvas não chegam, carcaças de várias espécies de gado se acumulam nas fazendas do sertão cearense
Agricultor José Amorim afirma que essa é a pior seca dos últimos 55 anos
O agricultor José Amorim, de 60 anos, residente da localidade de São Gonçalo, em Crateús, enfrentou a seca de 1958 e explica que “para os animais, essa é a pior estiagem dos últimos 55 anos. Os bichos estão morrendo de fome, sede e doentes”.
O custo para manter o gado vivo tem sido alto e preocupa os criadores. Além disso, cerca de mil cabeças de gado já morreram de dezembro até este mês, de acordo com o criador Jefferson Alves.
As propriedades estão sem acompanhamento de técnicos, e os donos dos animais pedem a presença e ação de zootecnistas e médicos veterinários, pois a aplicação de remédios está sendo feita de forma aleatória.
Confira o vídeo desta matéria aqui.

2 comentários:

  1. já passei por isso ai e muito triste ver o animal morrer a minhgua

    ResponderExcluir
  2. já passei por isso ai e muito triste ver o animal morrer a minhgua

    ResponderExcluir