quinta-feira, 28 de março de 2013

SECA: 30,4% dos municípios estão sem fotos de brasília reserva de água para consumo humano





Relatório da Ematerce, divulgado este mês, destaca que a situação atinge água tanto para consumo humano quanto animal. Pastagens também não são suficientes em municípios de todas as regiões do Ceará. Relatório da Ematerce aponta que 30,4% dos municípios cearenses estão, ao mesmo tempo, sem reserva de água para consumos humano e animal - como cacimbas, córregos, poços profundos - e também sem pastagem suficientes para o rebanho por conta dos efeitos da estiagem prolongada. O levantamento foi realizado pelos técnicos do órgão ao longo da primeira quinzena de março e lançado no último dia 15. O Vale do Jaguaribe é a região mais afetada. São 12 cidades nessa situação de calamidade. Entre elas, Iracema, Jaguaribara e Limoeiro do Norte. O Sertão Central vem logo em seguida, com 10 municípios, como Milhã, Mombaça e Quixeramobim. Também com 10 cidades, o Sertão dos Inhamuns e de Crateús - como exemplos, Tamboril, Independência e Quiterianópolis. Ao todo, esses 56 municípios prejudicados estão divididos em oito regiões. Em todas as 13 regiões do Ceará, segundo o relatório, são registradas cidades em que tanto reservas hídricas para humanos e para animais quanto pastagem estão se esgotando ainda em março ou sob risco de esgotamento até maio. “Nosso desespero é água para consumo animal. Estamos pensando em propor carro-pipa para alimentar os bichos, mas sabemos que não têm tantos pipas disponíveis para fazer o serviço”, pontua o diretor técnico da Ematerce, Walmir Magalhães. “A estimativa é que o Estado tenha perdido 5% do rebanho, de 100 a 130 mil cabeças em todo o Ceará até o final de 2012 por causa da seca”, completa. Ele afirma que as populações sem reservas hídricas têm sido abastecidas por carro-pipa ou saído de suas terras.
 De acordo com Magalhães, o relatório é feito quinzenalmente. No próximo dia 30, uma atualização deverá ser divulgada. Apenas em abril, entretanto, seria possível ter uma noção mais detalhada da situação, porque a quadra chuvosa já estará estabilizada. 
Saiba mais - O relatório da Ematerce destaca ainda área estimada de plantio em hectares e sua efetivação no Estado. Os números foram coletados na primeira quinzena de março. Os dados apontam que, dos 1.215.251 hectares em que poderia haver plantio, apenas 28,65% está sendo utilizado. O diretor técnico da Ematerce, Walmir Magalhães, avalia que já se esgotaram as possibilidades de plantio na região dos Sertão dos Inhamuns e de Crateús. “A gente espera que chova, pelo menos, para fazer água para os animais”. 
Ao contrário, no Cariri, houve uma espécie de corrida em busca de sementes nos escritórios da Ematerce pelos agricultores da região depois das chuvas dos últimos dias. “Já no Sertão Central continua seco”, sublinha. Leia mais no opovo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário