sábado, 13 de abril de 2013

70% das águas distribuídas por carros-pipa estão contaminadas


O coordenador da Sesa informou que, as águas estão comprometidas e está ocasionando impactos na saúde da população.
Por: Redação Web
A seca que está atingindo os estados nordestinos anda gerando impactos na saúde da população. O problema está relacionado, principalmente, à má qualidade da água distribuída e à alimentação. Segundo o coordenador de Promoção e Proteção à Saúde da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), Manoel Fonsêca, 70% da água distribuída em carros-pipa estão contaminadas.
O secretário-executivo do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass) e ex-secretário da Saúde do Ceará, Jurandir Frutuoso, informou ainda que, o aumento de infestações, verminoses e de casos de dengue são reflexos da seca na saúde da população.
No encontro, os secretários reclamaram que a seca mudou o planejamento de investimentos para a Saúde. E solicitaram mais recursos do Governo Federal, já que estados e municípios têm sofrido com perdas nas arrecadações.
Entre as ações sugeridas no encontro, a principal foi à garantia de abastecimento de água tratada para toda a população. Além disso, foi defendido o uso do cloro para tratar a água que chega às comunidades que sofrem com desabastecimento. Também foi enfatizada a necessidade de investir na rede de atenção básica.
O secretário da Saúde do Ceará, Arruda Bastos, informou que uma reunião será realizada daqui a 15 dias com todos os secretários municipais da Saúde do Estado para tratar da temática.

O coordenador da Sesa informou que, as águas estão comprometidas e está ocasionando impactos na saúde da população.

Nenhum comentário:

Postar um comentário