sexta-feira, 26 de abril de 2013

Domingos ganha disputa na UVC contra Eunício e Mauro Filho


Mais de 800 vereadores compareceram para votar, sendo eleito presidente da UVCD, com 414 votos, o vereador Audic Mota, de Tauá
Por: Redação Web
A disputa pela Presidência da União dos Vereadores do Ceara (UVC), realizada, nesta sexta-feira, em Fortaleza, foi muito alem do envolvimento dos legisladores municipais. O cargo teve três candidatos e cada um deles com um aliado de peso político e eleitoral com olhos voltados para a cadeira hoje ocupada pelo governador Cid Gomes (PSB).
Encerrada a eleição e apurados os votos, o vereador Audic Mota (PMDB), de Taua, comemorou a vitoria e a dividiu com o seu padrinho político e vice-governador Domingos Filho (PMDB). Audic recebeu 414 votos, tendo o dobro da soma do número de votos dos dois adversários.
Em segundo lugar, ficou o vereador Marduque Duarte (PSDB), que tinha o apoio do senador Eunicio Oliveira (PMDB) e do atual presidente da UVC, Deuzinho Filho. Marque compôs a chapa tendo como vice-presidente o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Walter Cavalcante (PMDB) e, ao final da eleição, recebeu 273 votos.
O vereador Teodomiro Neto (PSB), da cidade de Quixeramobim, ficou em terceiro lugar, com 137 votos. Foram contados, ainda, 20 votos nulos. Teodomiro recebeu o apoio do deputado estadual e secretario da Fazenda, Mauro Filho.
O resultado da eleição para o comando da UVC nada tem de determinante na escolha do candidato ao Governo do Estado a ser apoiado, em 2014, pelo Goverador Cid Gomes, mas apresenta, porém, uma simbologia por ter envolvido três dos quatro pre-candidatos a governador que integram a base aliada de Cid Gomes - o quarto nome e o ministro dos Portos, Leonidas Cristino.
Discreto e sem estardalhaço, Domingos Filho trabalhou junto aos vereadores do Interior para eleger o vereador Audic Mota para a Presidência de uma entidade que pode contribuir para debater com profundidade os assuntos de interesses dos Municípios.
Ao longo dos últimos meses, a UVC se omitiu de qualquer debate sobre um dos mais graves problemas enfrentados pelo homem do campo - a estiagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário