terça-feira, 30 de julho de 2013

Funcionários Municipais de Quixelô que tem empréstimos consignado na caixa estão com nomes no SPC


Quixelô CE. Engraçado em agosto de 2011, o grupo da oposição em Quixelô, em janeiro de 2013 chegou a poder. Naquele época em agosto de 2011, esse grupo criou um jornal de circulação municipal ( QUIXELÔ VERDADE)e nele apresentava varias denuncias, uma das denuncias feita naquela época, foi com relação aos servidores municipais que tinha empréstimos junto a Caixa Econômica Federal, intitularam a matéria com seguinte titulo:  IRRESPONSABILIDADE COM OS SERVIDORES,  Mas acontece que, esse grupo chegou ao poder a exatos 07 meses e a gente se depara com  a mesma realidade, ou seja, funcionário públicos que tem empréstimos consignado junto a Caixa Economica, todos com o nome do SPC/SERRASA, tem sido comum os servidores irem fazer compras no crediários em lojas e no momento de assinar o contrato de compra e venda se deparam com a noticia que estão com o nome "SUJO" (SPC), popularmente falando, estive na Caixa Econômica semana passada e me deparei com essa mesma situação,  ao consultar a minha conta fui informado que pelo gerente, que as prestações dos meses  abril, maio e junho ainda não tinham sido pagas. Vou explicar como é o processo, o desconto das prestações é feito  em folha ou seja, o valor da prestação fica na conta da prefeitura, que deveria repassar para a Caixa Econômica, acontece que esses repasses não estão sendo feitos dentro prazo legal, o que gera inadimplência para os servidores junto a Caixa Econômica. Naquele ano, digo em 2011 os servidores ainda tinha com quem contar, pois naquela época o Sindicato era atuante, logico pois a maioria tinha interesses políticos, talvez por isso tenham se empenhado tanto. Pergunta a atual Gestão porque os mesmos estão fazendo isso com os servidores? Isso é uma tremenda covardia, uma falta de respeito para com os mesmos. Onde estão aqueles que tanto gritavam e falavam em justiça e direitos dos trabalhadores? Eu mesmo respondo, estão todos com cargos de comissão na gestão e todos bem caladinhos, nem preciso dizer porque. Será assim que vão construir CIDADE MELHOR? 

Depois de alguns anos Quixelô volta as páginas de jornais de forma negativa.



Quixelô CE. Após alguns anos o nome de Quixelô volta a circular nas paginas de jornais, desta vez, do jornal agora, com sede em Iguatu e com circulação em toda região centro sul do Estado. O jornal fez a cobertura do manisfesto da população de Quixelô, que resolveu ir as ruas protestar contra os desmandos da atual gestão municipal, servidores da saúde reclamaram da diminuição do adicional noturno, os jovens questionaram a falta de apoio a cultura local, populares reclamaram da quantidade cachorros soltos nas ruas, moradores do Bairro COHAB reclamaram da falta de médicos, foram várias as reclamações. O movimento foi organizado pelos funcionários da saúde através do SINDSAÚDE. Muitas foram as promessas e pouco tem sido feito, Quixelô estar a cada pior.

segunda-feira, 8 de julho de 2013

POPULAÇÃO DAS VILAS ACAMPAMENTO E FIRMINOS, INTERDITAM A CE 375, PEDEM LOMBADAS ELETRÔNICAS.


Quixelô CE. A população das vilas Acampamento e Firminos resolveram fazer uma manifestação hoje cedo na CE 375, os moradores interditaram um trecho de CE 375, nas proximidades da Vila Acampamento, a população esta revoltada com a quantidade de acidentais fatais que tem acontecido naquelas duas comunidades, o ultimo acidente aconteceu, na sexta feira passada dia 05 de julho, quando uma criança de 09 anos foi atropelada por um veículo que segundo os moradores vinha em alta velocidade. Os maradores e parente das vitimas reclamam também da falta de perícia, pois segundo os mesmos quando ocorre acidentes a pericia nunca comparece ao local dos o que de certa forma também gera injustiça. Diante de tantos acidentes e nada de providencias a população resolveu buscar uma maneira de chamar a atenção das autoridades, então foi decidido por todos que era preciso fazer a interdição da CE 375,  os populares colocaram fogo na pista , queimando pneus e matos, foi uma manifestação articulada pelos moradores das comunidades citadas e pelos parentes das vitimas, a TV Diário, o Site Iguatu.net de Iguatu, estavam juntamento conosco fazendo a cobertura da manifestação. Segundo os manifestantes a prefeita Municipal Fátima Gomes, esteve cedo no local, mas não chegou a se pronunciar. Por volta das 09:30 da manha o reporte Alex Santana conversou com a vice prefeita Leonoura Lucena que se encontrava no local, Leonoura entrou em contato com a prefeita através do celular, a mesma estava na cidade de Solonópole de onde seguiria até a Fortaleza, a prefeita afirmou por telefone que estaria indo a Fortaleza que também visitaria o DETRAN, lá faria a solicitação para instalação de lombadas eletrônicas, tanto no percusso hora interditado mas também em outros trechos críticos da CE 375. Vale informar que muitas foram foram as solicitações envidas ao DETRAN e o DERT, mas até agora nada foi feito. Quantas pessoas terão que morrer para que o Governo do Estado resolva instalar as lombadas eletrônicas, da Vila Antonico ao Mulungu? Foram varias vidas ceifadas, na maioria das vezes por imprudência dos motoristas e pela falta de lombadas eletrônicas, tartarugas não resolvem, só há uma solução instalação de lombadas eletrônicas em vários trechos da CE 375 do Antonico ao Mulungu. Quase 80% dos moradores das vilas estavam presentes no manifesto, pessoas também do Antonico e da sede de Quixelô estiveram apoiando o manifesto, foi sentido a falta do Presidente da Associação de Moradores da comunidade de Acampamento que não se encontrava no local, num momento de muito importante para a comunidade, pois os moradores lutavam por segurança no transito e nada mais que a pessoa que foi escolhidas pelos mesmos para lhes representar estivesse presente dando um apoio e organizando a manifestação. Por lá estavam os vereadores Zé do Valdo (PSD) e Gilson Pereira (PT) ambos demonstraram preocupação com aquela situação e estavam ali do lado povo que juntos iriam reivindicar e lutar pelas instalações das tão cobradas lombadas eletrônicas.

   

sexta-feira, 5 de julho de 2013

População de Quixelô vai as ruas, protestar por melhorias para os servidores municipais e por melhoria da qualidade de vida da população.





Quixelô CE. Hoje foi um dia marcante na história politica de Quixelô, como em 1985, quando a população foi as ruas lutarem pela emancipação político do vizinho Município de Iguatu, hoje a população foi para dizer  que esta cansada de tantas injustiças, essa população resolveu  resolveu ir pras ruas protestar, puxados pelo SINDSAÙDE, que reivindicava, direitos do trabalhadores da saúde e redução da carga horária do mesmos, o movimento ganhou força e a população aderiu a manifestação, garis, agricultores, jovens, estudantes, domesticas, vendedores ambulantes, todos tinham algo a denunciar, muitos foram as cobranças a juventude pedia investimento na cultura, outros pediram investimento na saúde, além da contratação de médicos uma vez que, o PSF sede  II (COOHAB) esta sem médico, segundo informou a moradora e servidora publica Francisca Gomes.  Alguns jovens fizeram criticas ao preço da passagem de Quixelô a Iguatu, que custa R$ 2,90, os manifestantes cobravam a devolução dos R$ 0,10. Ainda falando do preço da passagem, um dos cartazes cobrava uma explicação, o porque do preço Quixelô Antonico ser igual ao preço Quixelô -Iguatu, tendo em vista que a distancia de Quixelô ao Antonico é de apenas 8 km, ou seja  corresponde a um terço da percurso Quixelô - Iguatu que é de 25 km. Esteve presente também alguns membros do Conselho Tutelar, que também estão lutando na justiça pelo pagamento de um salário justo e que a lei seja cumprida. Sentiu-se muito a falta do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Quixelô, que á 06 meses fechou as portas e deixou os servidores municipais órfão de um órgão que pudesse legalmente estar lhes representando e lutando na defesa dos direitos do trabalhadores. Muitos foram os temas abordados nessa manifestação, a abertura de concurso publico, o fim do nepotismo municipal, a valorização do profissionais da educação, uma justa ampliação da cargo horária dos professores. A população cobrou uma solução para o problema do abate de animais, que hoje é feito de forma clandestina e a vigilância sanitária fecha os olhos pra isso. Muitas foram as reivindicações e ficou o apelo para que a gestão municipal se volte para atender as nescidades daqueles que realmente precisam e que faça uma gestão no sentido de melhorar a qualidade de vida de nosso povo, que a gestão saia do palanque, abaixe a ditadura que tenta implantar em Quixelô, o povo não vai aceitar o comportamento de um governo que venceu a eleições prometendo mudanças radicais, mas na pratica isso não acontece.