quarta-feira, 14 de maio de 2014

EM QUIXELÔ ADAGRE FECHA ABATEDOURO CLANDESTINO.


Fotos cedida por um Internauta. 



Quixelô CE- ADAGRI- Agencia de Defesa Agropecuária do Estado Ceara, esteve hoje no Município de Quixelô na Região Centro Sul a 340 KM de Fortaleza, lacrou o matadouro clandestino e ainda autuou o proprietário do local, o Sr José Jonas. Estavam na operação a ADAGRI e a Vigilância Sanitária do Estado, segundo informou uma funcionária da ADRAGRI, eles estariam la através de Denuncia junto a ouvidoria do Estado,  os ficais chegaram no local por volta das 07:00 horas da manha, o proprietário não estava mais no abatedouro, os mesmos entrevistaram dois funcionários que estava no local, fazendo o trabalho de limpeza de algumas vísceras, que foram apreendidas. A vigilância Sanitária do Município também foi acionada, por determinação da Vigilância Estadual, a Vigilância Sanitária do Município foi aos frigoríficos efetuar apreensão das carnes abatidas sem a devida inspeção Sanitária, foi sem a maior apreensão de carnes ja realizado em Quixelô, foi apreendido quase meia tonelada de carnes que estavam impropria para o consumo, a carne foi leva ao lixão e foi incinerada, pela vigilância sanitária do Município. A operação foi acompanhada pela policia Militar que acompanhou os fiscais sanitários, a TV Diário de Fortaleza fez a cobertura  jornalista durante toda operação. Não foi possível falar com o poder executivo Municipal, uma vez que a prefeita se encontra em Brasília e como não foi feito a transmissão de cargo, a vice Prefeita Leonoura Lucena  não pode assumir interinamente. Acompanharam a operação o Secretário Municipal de Agricultura, a Coordenadora da Vigilância Sanitária Municipal e o presidente da Câmara Vereadores. Ainda hoje acontecerá uma reunião com os açougueiros, a vigilância sanitária, a Secretaria  de Agricultura e um representante do executivo municipal, o objetivo da reunião, é apontar uma solução para o problema, dentre as possíveis, seria o abate de animais no Abatedouro Regional de Iguatu, esta sendo articulado uma negociação com a empresa que administra o abatedouro regional. Fica terminantemente proibido o comercio de carne sem inspeção sanitária no comercio de Quixelô, a vigilância sanitária do Município continuará com o trabalho de fiscalização e apreensão de carnes que não tenha a nota de inspeção assinada pelo profissional responsável.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário