terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Irmã de Eunício Oliveira é baleada em atentado em sua residência, em Lavras da Mangabeira

Dena Oliveira foi prefeita de Lavras da Mangabeira por dois mandatos, entre 2005 e 2012. (FOTO: Reprodução)
Dena Oliveira foi prefeita de Lavras da Mangabeira por dois mandatos, entre 2005 e 2012. (FOTO: Reprodução)
A ex-prefeita de Lavras da Mangabeira Dena Oliveira (PMDB) e seu marido José Maria foram baleados na tarde desta terça-feira (30), em sua residência, na cidade localizada a 417 km de Fortaleza. O suspeito do crime, João Beato, era motorista do casal e foi encontrado morto no local.
Segundo a Polícia Militar, Dena, irmã do senador Eunício Oliveira (PMDB), foi atingida com um tiro no peito direito, enquanto seu marido foi baleado no ombro. Eunício foi candidato a governador do Ceará na última eleição, sendo derrotado por Camilo Santana (PT) no 2º turno.
Após os disparos, a polícia foi acionada e ao entrar na residência encontrou José Maria baleado e Dena Oliveira caída na sala da casa. Ao subir para o primeiro andar da residência, a polícia encontrou João Beato com um disparo na cabeça. A Polícia suspeita que o motorista tenha se suicidado após atirar no casal. “Próximo as pernas dele tinha uma revólver”, informou o cabo Silva.
Segundo a assessoria de Eunício Oliveira, o disparo contra Dena atravessou o abdômen e o marido sofreu dois tiros subcutâneos. Os dois não correm risco de morte. Eles estão no hospital de Juazeiro, mas chegou-se a cogitar a transferência da ex-prefeita para Fortaleza.
No último domingo (28), o vice-prefeito de Lavras, Isac Damaso dos Santos, de 28 anos, foi encontrado morto num quarto de hotel, na cidade. Ele estava desaparecido desde a última quinta-feira (25). A polícia ainda aguarda laudo pericial sobre a causa da morte do vice-prefeito. E não divulgou se os dois crimes têm alguma relação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário